em Blog, Empreendedorismo

Criar um contrato de locação comercial entre seu escritório compartilhado e o cliente faz parte do planejamento de montar um coworking. E, para garantir a segurança de ambas as partes, ele deve atender à algumas especificações.

Mas, criar esse contrato de locação não é uma tarefa tão simples assim. Por isso, elaboramos um infográfico com todos os itens que você pode usar para criar o contrato de locação comercial da sua empresa. Preparado? Então vamos lá!

 

O que é um contrato de locação comercial?

 

Basicamente, um contrato de locação comercial é um documento jurídico que estabelece todas as regras para a utilização do escritório compartilhado. 

Um contrato bem elaborado é o que contribui para a segurança e resguardo do proprietário do coworking e do coworker – nome dado aos membros do coworking.

O recomendado ainda é que esse contrato seja registrado no Cartório de Registro de Títulos e Documentos. Dessa forma, o contrato se torna válido para pessoas isentas à relação de locação, caso haja fiadores no contrato.

 

O que não pode faltar no modelo ideal de contrato entre coworking e cliente?

 

O contrato de locação comercial precisa, obrigatoriamente, conter informações importantes sobre definição das partes, valores e formas de pagamento e prazo de utilização. Entre eles, podemos citar, por exemplo:

 

Objeto: especificar o que o cliente está contratando

 

Você deve especificar ao coworker tudo que está locando. Assim, ao fim do contrato, ele deverá restituir o proprietário o mesmo objeto, sem mudanças.

Por exemplo, dentro do coworking, existem diversos ambientes: escritórios compartilhados, salas privativas, salas de reunião, etc. Se um coworker reserva uma sala privativa, ele pode fazer mudanças na configuração do layout, se for viável. Porém, ao terminar o contrato, o cliente deve deixar a sala do jeito em que recebeu.

 

Valores e formas de pagamento

 

Assim como em qualquer contrato de locação, você deve especificar: os valores a serem pagos, formas de pagamento, condições de pagamento antecipado ou atrasado, etc.

LEIA TAMBÉM: Como montar a tabela de preços dos serviços de um coworking?

 

Prazo

 

Nessa parte, o contrato de locação comercial deve estabelecer o prazo de forma determinada (com início e fim) ou indeterminada (apenas início). Vale lembrar que em um contrato com prazo indeterminado não é preciso pagar multa se reincidido.

 

Linkar o regulamento interno ao contrato

 

E, tão importante quanto o contrato, é o regulamento interno que apresenta o que pode e o que não pode dentro do coworking. Dessa forma, é possível evitar futuros desentendimentos e situações incômodas.

Então, esses são apenas alguns dos pontos que seu contrato deve ter. Criamos o Infográfico: Itens Essenciais em um Contrato Comercial. Baixe gratuitamente este infográfico e tenha acesso à todos os tópicos fundamentais do contrato entre cliente e coworking.

Mostrando 7 comentários
  • Marlene
    Responder

    Olá, Bruna!!
    Meu nome é Marlene, sou estudante de direito e estou fazendo um trabalho sobre coworking.
    Nas minhas pesquisas esbarrei na questão do aluguel. Gostaria de saber se o locatário tem inerência sobre o imóvel, ou se é baseado no contrato de prestação de serviço. C.C arts. 593 a 609.

    Obrigada,

    • Equipe Bruna Lofego
      Responder

      Olá Marlene, tudo bem?
      Depende do contrato e do acordo entre ambas partes. Normalmente, o coworking pode alugar um espaço, e o contrato entre coworking e locatário é um contrato de aluguel. Já o contrato entre coworking e cliente é de prestação de serviço.

      Um abraço!

  • Julia
    Responder

    Bom dia,
    Seria possível disponibilizar o material informado no vídeo?

  • Carolina
    Responder

    Ola, boa tarde.

    Tenho uma duvida quanto a locação de espaço COWORKING.
    Estou em negociação de locação de espaço em um salão COWORKING porem ja atua neste ambiente um advogado.
    não á divisão por baias, ou paredes no ambiente, e meu segmento é Vendas de Seguros e auxilio administrativo Dpvat. neste caso, pode ser feito a locação de um espaço (mesa) para que eu possa atuar com minhas vendas com um ponto físico a ser divulgado nas mídias sociais, sem intervir na área do colega advogado?

    • Equipe Bruna Lofego
      Responder

      Olá Carolina tudo bem?
      Pelo que você descreveu, você vai trabalhar em um mesmo espaço que um advogado, certo?
      Mesmo que você seja de outra área, não há problema em dividir o espaço com outro profissional!
      Na CWK Coworking profissionais de diversas áreas trabalham juntos no salão compartilhado, e isso não interfere em suas respectivas atividades.
      Esperamos ter respondido sua dúvida!
      Grande abraço!

Deixe um Comentário